Skip to content
VM Samael Aun Weor, VM Kwen Khan: Gnose Psicologia Alquimia Astrologia Meditação Cabala
Devemos liberar a Mente de toda classe de preconceitos, desejos, temores, ódios, escolas, etc. Todos esses defeitos săo travas que ancoram a Mente aos sentidos externos

Mente e Meditação

Imprimir E-mail
Por Editor VOPUS   

O Porquê da Meditação


A DINÂMICA MENTAL

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, dinamica mental, procesos

«Na Dinâmica Mental, necessitamos saber algo sobre como e por que a Mente funciona.

Sem dúvida, a Mente é um instrumento que devemos aprender a manejar conscientemente. Porém, seria um absurdo que tal instrumento fosse eficiente se antes não soubéssemos o “como” e o “por que” da Mente.

Quando alguém conhece o “como” e o “por que” da Mente, quando conhece os seus diversos funcionamentos, pode controlála, e ela se con­verte num instrumento útil e perfeito, num veículo maravilhoso mediante o qual podemos trabalhar em benefício da humanidade.

Na verdade, necessitamos de um sistema realista, se é que queremos verdadeiramente conhecer o potencial da mente humana.

Atualmente existem muitos sistemas para o controle daMente. Há os que pensam que certos exercícios artificiosos podem ser magníficos para o controle do pensamento. Existem muitas escolas, muitos sistemas, muita teoria sobre a Mente, mas, como seria possível transformá-la em algo útil? Reflitamos: se não sabemos o “como” e o “por que” da Mente, não poderemos conseguir que ela seja perfeita.

Necessitamos conhecer as diversas funções da Mente, se é que queremos que ela seja perfeita. Como funciona? Por que funciona? Esse “como” e “por que” são definitivos».

Como funciona a Mente?

CARACTERÍSTICAS DA MENTE

PROCESSOS DE IDENTIFICAÇÃO:

«Estados Estereo-psíquicos: São os estados identificativos que se encontram intimamente relacionados com as percepções exteriores que  recebemos através dos cinco sentidos e que estão vinculadas com o mundo das impressões».

O estado atual de nossa mente é semelhante a um radar, temos a atenção voltada para o exterior e por isso nos aderimos com tanta facilidade, através dos sentidos, aos objetos, pessoas, palavras, formas, etc.

PROCESSOS DE REAÇÃO:

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, REACCIÓN, procesos

«Por exemplo, se lançamos uma pedra num lago, veremos que se for­mam ondas. Essas ondas são as reações do lago, da água, contra a pedra. Similarmente, se alguém nos diz uma palavra irônica, sua palavra chega à Mente e a Mente reage contra tal palavra. Vêm, então, os conflitos.

Todo o mundo está com problemas. Todo o mundo vive em conflitos. Observei, cuidadosamente, as mesas de debates de muitas organizações, escolas, etc., e vi que não se respeitam uns aos outros. Por quê? Porque não se respeitam a si mesmos.

Observemos um Senado, uma Câmara de Representantes ou, sim­plesmente, uma mesa de escola; se alguém diz algo, o outro se sente alu­dido, se irrita e diz coisa pior, combatem-se e os membros da mesa diretora terminam num grande caos. O fato da Mente de cada um deles reagir contra os impactos do mundo exterior traz um resultado gravíssimo.

Na verdade, temos que apelar à psicanálise introspectiva para explorar a própria Mente. Torna-se necessário nos autoconhecermos um pouco mais sob o aspecto intelectual. Por exemplo, por que reagir diante de uma palavra de um semelhante? Nestas condições, sempre somos vítimas... Se alguém quer contentar-nos, basta que nos dê umas “palmadi­nhas” no ombro e nos diga palavras amáveis. Se quer nos ver desgostosos, basta que nos diga algumas palavras desagradáveis.

Então, onde está nossa verdadeira liberdade intelectual? Qual é? De­pendemos concretamente dos outros, somos escravos. Nossos processos psicológicos dependem exclusivamente de outras pessoas. Não domina­mos nossos processos psicológicos, e isto é terrível».

PROCESSOS DE ASSOCIAÇÃO MECÂNICA:

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, ASOCIACIÓN, representacion, procesos

«Existem dois tipos de associação mecânica, que vêm a ser a base dos opostos:

  1. Associação mecânica por idéias, palavras, frases, etc.
  2. Associação mecânica por imagens, formas, coisas, pessoas, etc.

Uma idéia se associa à outra, uma palavra à outra, uma frase a outra frase e daí vem o batalhar dos opostos.

Uma pessoa se associa a outra e a lembrança de alguém vem à mente. Uma imagem se associa a outra, uma forma a outra e continua o batalhar dos opostos.

As associações da mente para formar frases, recordações, imagens, idéias, desejos, etc., constituem a causa fundamental da incessante tagarelice e de todo o batalhar das antíteses.

Se, à base de compreensão, conseguirmos a dissociação mental, se à base de compreensão conseguirmos a dissociação de todas as recordações subconscientes, se à base de compreensão logramos eliminar os elementos subjetivos de nossas percepções, então é claro que a mente fica quieta e em silêncio, não só no nível superficial, mas também nos níveis mais profundos do subconsciente.».

PROCESSOS DA CONVERSA INTERIOR:

«Torna-se urgente, inadiável, impostergável, observar a conversa interior e o lugar preciso de onde provém.

Inquestionavelmente, a conversa interior equivocada é a «Causa Causorum» de muitos estados psíquicos desarmônicos e desagradáveis no presente e também no futuro.

Obviamente, esse vão palavreado insubstancial de conversa ambígua, e, em geral, toda fala prejudicial, daninha, absurda, manifestada no mundo exterior, tem sua origem na conversação interior equivocada».

PROCESSOS DA FANTASIA:

«Imaginação Mecânica… Quão grave é isso da Fantasia! Nos sonhos, algumas vezes, ela permanece calada, outras vezes os comenta e outras vezes quer levá-los à prática. Obviamente, o terceiro caso da questão é grave, pois quando o sonhador quer chegar a converter seus sonhos em realidade, comete loucuras espantosas, porque sucede que seus sonhos não coincidem com a mecânica da vida e ele, então, acaba fazendo loucuras… Um sonhador silencioso gasta muita energia vital, mas não é tão perigoso. O que comenta seus sonhos (sonhos fantásticos) pode contagiar a psique de outras pessoas. Porém, o terceiro, o que quer converter seus sonhos em fatos práticos da vida, esse, sim, está bem «perturbado » da mente, está louco; isso é óbvio.

Continuando com essas discussões vemos claramente que a Imaginação Mecânica ou Fantasia nos mantém muito longe da realidade, do Ser, e isso é verdadeiramente lamentável… As pessoas andam pelas ruas sonhando, vão com suas fantasias; tra­balham sonhando com suas fantasias, casam-se sonhando, vivem uma vida de sonhos e vivem sonhando com o Mundo do Irreal, da Fantasia. Nunca viram a si mesmos, viram sempre uma forma de sua Fantasia. Tirar de alguém esta forma de Fantasia resulta drástico, espantosamente drástico, terrivelmente drástico.

PROCESSOS DE TRADUÇÃO INTERNA

(Estados Neopsíquicos):
São os estados processadores de dados, isto é, os que bem ou mal interpretam todas as múltiplas situações que o animal intelectual vive. Nestes estados, quem trabalha é a nossa má secretária, a personalidade.

PROCESSOS DO MAIS (COMPARAÇÃO E ACUMULAÇÃO):

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion

«A mente,, invejosa por natureza, só pensa em função do “mais”: “Eu posso explicar melhor, eu tenho mais conhecimentos, eu sou mais inteli­gente, eu tenho mais virtudes, mais santificações, mais perfeições, mais evolução”, etc.

Todo o funcionalismo da mente baseia-se no “mais”. O “mais” é a mola secreta íntima da inveja.

O “mais” é o processo comparativo da mente. Todo processo compa­rativo é abominável. Exemplo: «Eu sou mais inteligente que você, mais sábio, mais bonito, etc»

El más crea el tiempo. O “mais” cria o tempo. O EU Pluralizado necessita de tempo para ser melhor que o vizinho, para demonstrar à família que é muito genial e que pode chegar a ser alguém na vida, para demonstrar a seus inimigos ou àqueles a quem inveja que é mais inteligente, mais poderoso, mais forte, etc.

O pensamento comparativo baseia-se na inveja e produz isso que se chama insatisfação, desassossego, amargura...»

ACUMULAÇÃO:

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, ACUMULACIÓN, procesos

«Tudo o que as pessoas acumulam no sepulcro podre da memória infiel: informação intelectual, experiências da vida, que se traduzem sempre fatalmente no mais e mais. De manera que nunca chegam a conhecer o fundo significado de tudo isso que acumulam. Muitos lêem um livro e logo o depositam na memória, satisfeitos por haver acumulado mais informação, mas quando lhes pede para responder pela doutrina escrita no livro que leram, resulta que desconhecem o profundo significado do ensinamento, mas o EU quer mais e mais informação, mais e mais livros, ainda que não tenham vivenciado a doutrina de nenhum deles...

É indispensável compreender que a mente é o centro básico do "mais". Realmente, esse "mais" é o mesmo EU psicológico que exige, e a mente é seu núcleo fundamental».

PROCESSOS DA DÚVIDA (Crença e Incredulidade):

«Muitas pessoas crêem em Deus e muitas pessoas são Atéias, não crêem em Deus. Existem também muitos indivíduos que nem crêem nem deixam de crer. Estes últimos tentam portar-se bem na vida para o caso de que haja um Deus.

Nós dizemos que a crença em Deus não significa haver experimentado isso que é a verdade, isso que se chama Deus.

Nós dizemos que negar a Deus não significa haver experimentado isso que é a verdade, isso que se chama Deus.

Nós dizemos que duvidar da existência de Deus não significa haver experimentado a Verdade.

Enquanto a mente estiver enfrascada em qualquer desses três fatores da ignorância, não pode experimentar isso que os chineses chamam de Tao, isso que é o divino, isso que é a Verdade, Deus, Alá, Brahma, etc.»

PROCESSOS DE "PROJEÇÃO DA MENTE":

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, proyeccion, procesos

«Precisamos de uma mente que não projete, precisamos esgotar o processo do pensar. A mente projetista projeta sonhos, e estes são vãos e ilusórios.

Quando eu digo«Mente projetista», não estou me referindo aos meros projetos que faz um engenheiro, que projeta e traça os planos para um edifício, uma grande ponte ou uma estrada. Não, quando falo de «mente projetista» quero me referir a todo «animal intelectual». É claro que o subconsciente sempre projeta, não somente casas, edifícios ou coisas desta natureza. Não; esclareço. Projeta também seus próprios desejos, suas próprias lembranças, suas próprias emoções, paixões, idéias, experiências, etc. A «mente projetista», repito, projeta sonhos e é claro que enquanto existir o subconsciente, existirão as projeções. Quando o subconsciente tiver se transformado em consciente, as projeções acabam, já não podem existir, desaparecem...»


PROCESSOS DE “REPRESENTAÇÃO DA MENTE”:

«No mundo dos sentidos existem distintas representações, como os objetos que nos rodeiam, as criaturas vivas, etc. Mas também existem as representações da mente.

Na Mente há muitas representações que devemos ter em conta. Suponhamos que temos na Mente a representação de um amigo a quem estimamos. Alguém, não importa quem, nos fala contra esse amigo, levanta-se contra ele todo tipo de murmúrios, calúnias, etc.; se damos ouvidos a toda essa fofoca, a imagem que temos de nosso amigo, a representação, fica de fato alterada. Já não vemos nele o sujeito amável que víamos antes, cheio de harmonia, etc., pois essa imagem assume, em nosso entendimento, a figura que os outros lhe deram, possivelmente a do bandido, a do ladrão, a do falso amigo, etc... À noite, pode acontecer de sonharmos com esse amigo e, de modo algum, teremos já um sonho harmonioso. Veremos que ele nos ataca, veremos que o atacamos, sonhamos que o matamos, sonhamos que ele empunha uma arma contra nós, etc. Ou seja, fica completamente alterada a imagem do amigo, uma representação que foi alterada.

Vejam o grave erro de «dar ouvidos» à intriga, à calúnia, aos murmúrios, aos “diz-que-disse”, etc.

Obviamente, em nossa Mente existem milhares de representações, que podem ser alteradas se tomarmos parte em conversas negativas, se «dermos ouvidos» a calúnias, etc., se escutarmos o “diz-que-disse”, etc. P Por estas e outras coisas, nunca é conveniente «dar ouvidos» com nosso fundo psicológico, às palavras negativas das pessoas; isso é grave.

De maneira que não somente os agregados psíquicos, viva representação de nossos defeitos psicológicos, constituem um fardo que carregamos em nosso interior.  Nunca devemos esquecer a questão das representações do entendimento».

POR QUE FUNCIONA A MENTE?

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, dinamica mental, procesos

Contumácia é a persistência em assinalar um erro. Por isso, jamais me cansarei de insistir em dizer que a causa de todos os erros é o Ego, o mim mesmo. Não me importa que os animais intelectuais se incomodem porque falo contra o Ego. Custe o que custar, continuarei com a contumácia.

Dentro de cada pessoa existe um centro energético que não pode ser destruído com a morte do corpo físico e que se perpetua, para a desgraça do mundo, em seus descendentes. Esse centro é o Eu, o mim mesmo, o si mesmo. Precisamos com suma e inadiável urgência produzir uma mudança radical dentro desse centro energético chamado Eu.

Temos de extirpar o Eu com urgência, para produzir dentro de cada um de nós uma mudança profunda, radical, total e verdadeira. Assim como estamos, assim como somos, só podemos servir para amargar nossa vida e a dos nossos semelhantes.

O Eu quer encher-se de honras, virtudes, dinheiro, etc. O Eu quer prazeres, fama, prestígio, etc. Em seu louco afã de expandir-se, cria uma sociedade egoísta na qual só há disputas, crueldades, cobiça insaciável, ambições sem limites nem margens, guerras, etc.

Para infelicidade nossa, somos membros de uma sociedade criada pelo Eu. Tal sociedade é inútil, daninha e prejudicial. Só extirpando radicalmente o Eu poderemos mudar integralmente e mudar o mundo.

A Mente é a sede central do Eu. Precisamos de uma mudança na sede central para que dentro de cada um de nós haja uma verdadeira revolução.

Se, de verdade, queremos a extirpação radical do Eu, faz-se urgente manter a memória quieta para serenar a mente e para, em seguida, podermos nos auto-observar com calma, a fim de conhecermos a nós mesmos.

Devemos contemplar a nós mesmos como alguém que está contemplando e agüentando sobre si mesmo um aguaceiro torrencial.

Recompilação de textos da Obra deSamael Aun Weor

MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, dinamica mental, procesos
MENTE Y MEDITACION - mente, meditacion, dinamica mental, procesos
AddThis Social Bookmark Button
 
A Técnica Científica da MEDITAÇÃO >

Conhecimento Universal

Ciência
Arte
Filosofia
Mística/Religião

Novos cursos - 2014:

Cursos Auto-conhecimento

BELO HORIZONTE30/ago!

FOZ DO IGUAÇU: 30/ago!

RIO DE JANEIRO: 05/set!